FILHOS E DESENHOS ANIMADOS

Os desenhos animados podem transmitir muitas cenas tendenciosas, como as de violência por exemplo, embora pareçam inofensivas.

Por isso, é importante que os pais tenham conhecimento do que os filhos assistem. A depender do que assistem, as crianças podem assumir comportamentos positivos ou negativos. Nesse aspecto, destaca-se a importância da presença e do monitoramento dos pais, pois os desenhos podem ser educativos como também destrutivos.

É fato que não se pode generalizar tais desenhos; Existem diversos tipos para diversos públicos: Adultos, adolescente e infantis. No que se refere aos desenhos para o público infantil, é necessário que alguns cuidados sejam tomados, já que as crianças encontram-se em fase de desenvolvimento corporal, cognitivo, moral e, por conseguinte, de personalidade.

Ademais, os pais desempenham fundamental função. Pois cabem a eles a função educativa e protetora e alguns desenhos podem sim ser ofensivos à educação e aos valores que cada família defende. Selecionar quais são os desenhos adequados para seus respectivos filhos e suas respectivas realidades exige dedicação, paciência e presença. Outro fator relevante é assistir junto com os filhos, pois pode ser uma experiência rica em muitos aspectos: O filho sentirá a presença afetiva dos pais, e estes estarão certos sobre a melhor escolha para seus filhos no que se refere ao que assistem.

Percebe-se, portanto, que os desenhos animados são importantes no desenvolvimento da personalidade das crianças. Para tanto, os pais são o elemento essencial para que isso ocorra de forma saudável, pois são eles quem filtram o que deve ou não ser assistido pelos seus filhos.

Por: Osmar Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *