MINDSET – CONDICIONAMENTO MENTAL PARA A MELHOR PERFORMANCE

  • conhecimento próprio
  • autoanálise
  • condição mental
  • transformação
  • tomada de decisões mais assertiva
  • mindset estático
  • mindset dinâmico

1.      O MINDSET 

A capacidade humana de desenvolvimento cognitivo é sem dúvidas infinita e se faz necessária a compreensão de como o ser humano pensa, sente e age. O conhecimento existente no inconsciente desenvolvido através das diversas experiencias ao logo do tempo pode gerar resultados na realidade humana baseados na escassez ou na abundância. Percebe-se que o resultado está associado ao condicionamento mental que o individuo desenvolve. 

De acordo com Carol S. Dweck, PHD, em seu livro Mindset, apresenta em dois modelos de Mindset  em seu estudo: O Mindset Fixo e o Mindset de Crescimento. Em um de seus estudos de caso, Dr Dweck apresenta determinada situação: 

Certo dia, você está numa aula muito importante para você, e da qual gosta muito. O professor entrega aos alunos as provas de meio de se mestre corrigidas. Sua nota foi cinco. Você fica muito decepcionado.

Naquela tarde, ao voltar para sua casa, descobre que seu carro foi multado por estacionar em local proibido. Completamente frustrado, você telefona     para o seu melhor amigo para compartilhar tudo o que lhe aconteceu, mas ele não lhe dá muita atenção. (DWECK, 2017, p. 16).  

Como o indivíduo reagiria a esta situação através das características de cada Mindset. No estudo foi percebido que o individuo de Mindset Fixo assumiriam o papel de vítima, sentindo-se rejeitado, colocando a situação externa como principal responsável pelo seu fracasso ou sucesso, neste caso se culpando pelo fracasso ocorrido durante o dia. Já o indivíduo com características de Mindset de Crescimento, criaram um formato interno de aprendizado na busca de resultado futuro mais proveitoso, buscando se empenhar mais, responsabilizando-se pela situação ocorrida, logo aprendendo com seus próprios resultados, sejam eles positivos ou negativos. Neste caso, reconhecendo o resultado e criando plano de melhoria. 

Para desenvolver um Mindset de crescimento é preciso ter a consciência expandida. Uma vida extraordinária somente acontece, quando o indivíduo transforma o estado de vítima, julgamento ou de autoculpa, para o estado de autoresponsabilidade, percebendo que o seu condicionamento mental o levará ao sucesso ou fracasso, dependendo de suas crenças. É preciso transformas as dificuldades em progresso, na verdade os problemas são soluções de desenvolvimento mental, crescimento e movimento. A vida extraordinária somente depende de escolhas. Qual forma de pensar? Qual forma de sentir? Para que se possa desenvolver o estado mental dinâmico de abundância e resultados. Vale a pena fazer o seguinte questionamento: 

  1. Qual dificuldades estão passando neste momento que precisam ser transformadas para que se possa viver a vida extraordinária? 
  2. O que se deseja transformar agora para progredir e ser mais feliz? O que se aprende com a situação atual? 

Antes de se analisar com mais detalhes os modelos de Mindset, vale compreender o sistema de crenças limitadoras inerentes ao ser humano. 

Na base dessas crenças se encontra o SER, crenças relativas a sua identidade, o “quem eu sou?”. Muito comum pessoas se denegrirem ou auto sabotarem por não se conhecer ou não acreditar na sua própria identidade, essência. É preciso identificar quais são as crenças existentes no que se refere à identidade. Perguntas como: Quem eu sou, eu sou bonito/feio, sou inteligente/burro e a busca em responder tais questionamentos, dependendo da resposta levam o indivíduo a reconhecer estas crenças de identidade e a ter clareza maior de quem realmente é. 

O próximo nível do sistema de crenças é o FAZER, crenças relativas a sua capacidade, “o que eu sou capaz?” O indivíduo pode até se conhecer, mas se bloqueia em suas próprias dúvidas referentes ao que é capaz de fazer. Perguntas e/ou comentários como: Eu consigo fazer o projeto? Eu sou capaz de desenvolver uma ideia?; Eu não consigo fazer; Eu não consigo terminar;  Levam o indivíduo a um bloqueio de capacidade, colocando-se sempre na passividade das ações, paralisando ações que devem ser  avaliadas. 

Por último, o topo do sistema de crenças, o indivíduo se encontra em uma zona de conforto e apesar de visualizar o que se deseja e sentir o desenho, alinhando o que sente com o que se pensa, faz-se necessário aplicar exercício de crenças para declara o desenho da transformação.

O terceiro nível das crenças diz respeito a merecimento. Na maioria das vezes o indivíduo está claro sobre sua identidade e capacidade, mas se limita a receber do Universo o que há de mais prospero. Crenças deste nível limitam os resultados, fazendo com que o indivíduo obtenha menor performance. 

     EU TENHO  —>  EU FAÇO  —>  EU SOU

De uma forma de condicionamento mental padrão, o indivíduo pensa no merecimento em busca de encontrar a sua identidade. Este é um processo de fora para dentro, de julgamento e de pouco resultado. E, quando associado a pensamentos negativos ou de dúvidas resultam em um condicionamento mental, ou estado de Mindset estático, aprisionado em suas próprias crenças. Por exemplo, se eu tivesse dinheiro, eu seria feliz. O indivíduo espera ter algo para poder ser algo, criando um espaço de pseudoidentidade ou negação de sua identidade. Neste caso, no inconsciente é criada a dúvida a partir do condicionamento do SE, negação da realidade, eu somente serei feliz SE eu tiver dinheiro; E através da inversão do nível de crença. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *