TERAPIA DE CURTA DURAÇÃO

A prática psicoterapêutica de curta duração está emparelhada na tentativa de instrumentalizar as demandas de mudança de consciência e tomada de decisões para empoderamento dos seres no mundo.

 


Diante da celeridade da vida cotidiana, o sujeito busca soluções imediatas para suas relações disfuncionais, o que nem sempre é possível. Contudo, diante desse contexto, a psicologia lança técnicas para alguns problemas que podem ser trabalhados de maneira pontual e assertiva o que reduz o tempo da psicoterapia, trata-se da psicoterapia breve.

A Gestalt-terapia, nesse contexto, lança mão da terapia de curta duração que é uma resposta a formas contemporâneas do ser humano estar no mundo. O gestalt-terapeuta direciona suas intervenções a demandas específicas sempre considerando a totalidade do sujeito. Trata-se, portanto, de uma relação terapêutica focal, mas não excludente.

A prática psicoterapêutica de curta duração está, desse modo, emparelhada na tentativa de instrumentalizar as demandas de mudança de consciência e tomada de decisões para empoderamento dos seres no mundo.

 

Osmar Ramos
Psicólog
CRP: 0322237

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *